blog

blog

terça-feira, 13 de junho de 2017

Biblioteca do Memorial Padre Cícero apresenta acervo bibliográfico

Imagem inline 3
A Fundação Memorial Padre Cícero apresentou relatório na tarde desta segunda-feira, 12, sobre o levantamento do acervo de sua biblioteca. O trabalho foi realizado por uma equipe composta por servidores técnicos do Memorial Padre Cícero e estagiários do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Cariri (UFCA), através de parceria firmada entre essas instituições. Os trabalhos foram iniciados em 27 de abril e finalizados em 18 de maio, totalizando 25 dias de trabalhos.
Os estagiários Hemerson Soares, Bárbara Larissa e Aliciane Alencar e os servidores Karla Oliveira, Francisco Amorim e Eliquim Batista, realizaram o levantamento e catalogação dos 11.725 itens, entre livros, revistas, cordéis, jornais, fotografias, cartas, dissertações, teses, documentos impressos e manuscritos, com orientação da professora Dra. Ariluci Gois Elliott, da Bibliotecária Marília Lima.
“Nas obras, é possível encontrar documentos que pertenceram ao Padre Cícero, muitos deles ainda possuem a assinatura do vigário”, destaca Marília Lima, Bibliotecária e Coordenadora da Biblioteca do Memorial Padre Cícero, que também participou da catalogação. Marília ressalta que o público alvo do local são pesquisadores, acadêmicos, estudiosos e os interessados na história do Padre Cícero e da cidade.
Já a estudante Aliciane Alencar, que participou e contribuiu em todo o processo, disse que foi maravilhoso e gratificante ver concluído todo o trabalho. “É de suma importância ter o conhecimento de tudo que tem na biblioteca dentro do memorial, pois aqui serve de embasamento para diversas pesquisas e estudos voltados não só para a história do Padre Cícero, mas como um método de documentação para conhecer a história da Cidade e o desenvolvimento do Cariri”, disse.
A Presidente da Fundação e Memorial Padre Cícero, Cristina Holanda, destacou a importância em ter o acervo organizado por ano, data, tipologia de suporte, autoria e informações que facilite no momento da pesquisa. “Nós tínhamos um levantamento, com algumas deficiências, e a gente queria chegar a números mais aproximados, fazer essa catalogação do que realmente nós temos nesse acervo”, frisou.
O professor e pesquisador, Renato Cassimiro, que esteve de passagem pelo local, disse que o levantamento feito é extremamente relevante. “Tudo isso agora coloca o Memorial em uma situação de tranquilidade, no tocante ao seu domínio, a sua propriedade e ao seu zelo”, especificou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário