blog

blog

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Hora de voltar a vencer


Depois da decepção na 7ª rodada da Série B do Brasileiro, quando foi derrotado no Castelão por 3 a 1 para o Santa Cruz, perdendo assim a chance de entrar no G4, o Ceará busca a reabilitação hoje contra o Luverdense, às 20h30 também diante de seu torcedor. Em 8º com 10 pontos, o Alvinegro busca rapidamente dar uma resposta a sua torcida, que vaiou a equipe após a derrota diante dos pernambucanos, certamente decepcionada com a atuação fraca no segundo tempo quando sofreu 3 gols em 30 minutos.
Para fazer as pazes com a torcida, o técnico Givanildo Oliveira precisará superar dois desfalques para o confronto. O zagueiro Luiz Otávio, que desfalcou o Vovô nos últimos dois jogos, tem lesão de grau 1 na coxa e foi vetado mais uma vez. Vale lembrar que sem Luiz Otávio na defesa, o Ceará sofreu 5 gols. O outro desfalque é o volante Raul, barrado por ter recebido o 3º cartão amarelo. Já entregues ao departamento médico há semanas, os atacantes Élton e Lelê continuam sendo desfalques.
As opções para a zaga são: Valdo (que vem atuando como titular na ausência de Luiz Otávio), Sandro e Túlio. Para a vaga de volante, Pio e Jackson Caucaia são os mais cotados.
Correção dos erros
O técnico Givanildo, que detectou erros em todos os setores na partida anterior, espera que a equipe faça uma partida mais equilibrada. "Fizemos um bom primeiro tempo, podíamos ter feito mais um gol, mas no segundo desandou. Foi um desencontro geral, muito espaço, erramos em todo setor. O problema é nossa defesa não tomava gol como tomou, desse jeito aí e na frente também erramos a não marcarmos os gols".
Os alvinegros destacaram que estão em débito com a torcida. Givanildo admitiu o débito com o torcedor.
"O débito aumenta. Mas ele pode ser retirado com a gente ganhando do Luverdense e indo buscar uma vitória fora, como fizemos diante do Náutico ou o Brasil".
O volante Richardson admitiu que a derrota para o Santa Cruz foi dolorida para o grupo, por isso a equipe não pode nem pensar em tropeçar de novo.
"A derrota em casa foi doída para nós jogadores e temos que tirar lições dela, mas não tirar nossa confiança. Contra o Luverdense não podemos nem empatar. É jogar bem e vencer".
Adversário
Ao contrário do Ceará, o Luverdense vive um momento de euforia após a primeira vitória da equipe na Série B, na terça-feira ao golear o Brasil de Pelotas por 4 a 0. A equipe ainda ocupa a 17ª e está no Z4.
O técnico Júnior Rocha espera que a equipe jogue da mesma forma que diante dos gaúchos.
"Agora vamos para Fortaleza com este mesmo espírito, buscar um resultado positivo", disse.
A

Nenhum comentário:

Postar um comentário