RÁDIO AMBRÓSIO PUBLICIDADES

blog

blog

sexta-feira, 23 de junho de 2017

PecNordeste abordará convivência com a seca

Image-0-Artigo-2259913-1
Uma programação técnico-científica será realizada durante o evento, abordando diversos segmentos do agronegócio, como o de bovinocultura
A dinamização da economia rural, através de novas alternativas para o agronegócio, é um dos objetivos do XXI Seminário Nordestino de Pecuária (PecNordeste), que será realizado em Fortaleza, entre os próximos dias 6 e 8 de julho. O tema central deste ano é "Água e o Semiárido: uma nova postura".
De acordo com o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec), Flávio Saboya, o seminário irá destacar a necessidade de saber conviver com as adversidades do semiárido para, desta forma, evitar grandes prejuízos com os períodos de seca.
"O tema engloba toda a problemática do setor do semiárido nordestino, principalmente do Ceará, que tem quase 90% de sua área no semiárido. Temos que ter uma nova consciência. Vejam vocês que estamos vivenciando quase seis anos de secas consecutivas e chega uma situação em que você começa a observar que (devemos) nos prevenir dessa realidade e nos adaptar a ela, adotando procedimentos (como) guardar alimento para o rebanho. E esse é o grande objetivo do PecNordeste este ano, essa nova consciência, uma mudança para entender a problemática hídrica que hoje estamos vivenciando", apontou.
Ideias
Saboya destaca que, com a disseminação das ideias que já existem entre os produtores, por exemplo, perdas já teriam sido evitadas neste ano.
"Veja que praticamente nossa produção voltada à fruticultura foi suspensa, em função da prioridade do consumo humano (de água), o que é justificável. Mas existiam soluções, se nós estivéssemos prevenidos. Inclusive, o próprio poder público, se também estivesse, nós teríamos uma alternativa, que seria o seguro seca, que daria a cobertura necessária a todas essas situações que vivenciamos", afirmou.
Conforme o presidente da Faec, a expectativa é positiva em relação à participação no evento, que será abrigado no Centro de Eventos do Ceará.
"Pretendemos ultrapassar os quatro mil participantes. Temos em paralelo uma feira, com stands, e temos recebido mais de 50 mil pessoas visitando e conhecendo as alternativas. Temos uma feira da agricultura familiar, que traz produtos para comercialização e apresentação. Todos os eventos concorrem para que tenhamos uma pecuária sustentável no semiárido".
"O PecNordeste tem um papel importante na disseminação de tecnologias, para o aprimoramento das atividades no campo", disse Saboya. O evento apresenta programação técnico-científica de capacitação envolvendo nove segmentos da cadeia produtiva do agronegócio: apicultura; aquicultura e pesca; avicultura; bovinocultura; caprinocultura; equinocultura; suinocultura; artesanato e turismo no espaço rural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário