blog

blog

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Projeto para reajustar salário do prefeito, do vice e de secretários em até 50% gera repercussão negativa em Barbalha

Resultado de imagem para fotos de prefeitu em BarbalhaCausou grande polêmica nos últimos dias em Barbalha a apresentação de um projeto para ser votado na Câmara Municipal reajustando em até 50% o salário do prefeito, do vice e dos secretários municipais.

O projeto foi encaminhado pelo secretário de governo do município, Cícero Santos, ao vereador Rosálio Amorim, da base do prefeito Argemiro Sampaio, com isso, o parlamentar
assumiu a autoria do projeto que veio do executivo municipal.

Após ter percebido o desgaste que iria sofrer, Rosálio Amorim resolveu recuar. O secretário ainda teria pedido ajuda da líder do prefeito na câmara e esposa do vice-prefeito, Ernandes García, a vereadora Rosa, que recusou qualquer participação no projeto que daria tais aumentos.

Pelo artigo 29 da Constituição Federal, deve ser iniciativa do poder legislativo o aumento salarial do prefeito, vice e secretários. A mesa diretora da Câmara pode deliberar sobre a matéria desde que tenha consenso da maioria dos membros da mesa diretora. Desta forma, o projeto seria lido e votado pelos demais vereadores.

Se tivesse sido aprovado, o salário do prefeito passaria de 11 mil para R$ 17 mil. Do vice-prefeito sairia dos atuais 9 mil para 12 mil, já o dos secretários passaria de 5 mil para 8 mil reais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário