blog

blog

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Romarias iniciam com Perdão de Assis

Image-0-Artigo-2277836-1
Canindé. O maior santuário franciscano da América do Sul, de São Francisco das Chagas, neste Município a 100Km de Fortaleza, iniciou o ciclo de romarias em homenagem ao Santo protetor dos sertanejos, nesta quarta-feira, com a celebração da missa do Perdão de Assis, às 6h, na Basílica, seguida da ordenação presbiteral dos frades Francisco Rogério, de Mossoró (RN) e Ricardo de Campo Formoso (BA). O celebrante foi dom Beto Breis, bispo coadjunto da Diocese de Juazeiro (BA).
À tarde, numa coletiva à imprensa, transmitida pela web, o reitor da Paróquia-Santuário de São Francisco das Chagas, frei Marconi Lins, anunciou os festejos alusivos ao ciclo de romarias. Além do Perdão de Assis, os fiéis participaram, a partir das 17h30, da procissão com a imagem de Nossa Senhora dos Anjos, partindo da Igreja das Dores até a Basílica, seguida de mais uma celebração eucarística, dentre as muitas a serem realizadas até o dia 3 de fevereiro do próximo ano, quando a programação religiosa do ciclo se encerra.
Conforme o líder religioso franciscano, em seguida, até o dia 11 deste mês, serão realizados os festejos de Santa Clara. Acompanhando a programação religiosa, de 15 a 17 de setembro será a vez da Festa de Chagas, marcando o bicentenário da Paróquia-Santuário e, praticamente uma semana depois, no dia 24, tem início a maior festa franciscana do Nordeste, atraindo romeiros de todos os estados da região, se estendendo até o dia 4 de outubro, dedicado a São Francisco das Chagas, que neste ano terá como título "Francisco restaura a minha igreja".
Para a principal festa religiosa de Canindé, frei Marconi Lins informou já terem sido adotadas todas as providências para o recebimento dos romeiros nos 12 dias de novenas e festas. Reuniões já foram realizadas com a Prefeitura e as forças de segurança, incluindo o Corpo de Bombeiros Militar. Resta apenas uma definição da Polícia Rodoviária Federal (PRF), acerca da fiscalização das BRs de acesso ao Estado. "Esperamos que tenham o bom senso de entenderem que a maioria dos romeiros é pobre", justificou frei Marconi Lins, evitando questionar o uso dos paus-de-arara, principal transporte dos viajantes sertanejos.
A secretária do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Socorro Bastos, enfatizou a importância de a população de acolher bem os romeiros. Além da hospitalidade, assegurando-lhes paz nos momentos de oração e tranquilidade nos festejos programados pelo Santuário-Paróquia. Também demonstrou preocupação com a exploração dos visitantes, principalmente na comercialização das refeições e até nos banhos de chuveiro. Ela pediu para os comerciantes não abusarem nos preços. Neste ano, água não vai faltar. O Açude São Mateus, está com 75,59% do seu volume, conforme dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

Nenhum comentário:

Postar um comentário