blog

blog

terça-feira, 25 de abril de 2017

Torcida do Fortaleza tem reunião pacífica no clube e cobra melhores resultados

Grupo de torcedores foi ouvido na sala de imprensa do clube ( Foto: VC-Repórter )

A torcida do Fortaleza compareceu à reapresentação do time, na segunda-feira (24), mas não da forma como vem ocorrendo nos últimos tempos, com protestos mais fortes e invasão. Desta vez, durante a noite, o clube abriu as portas para um grupo de torcedores, que compõe uma comissão previamente criada pela diretoria executiva para discutir assuntos relacionados a futebol e logística nos estádios.
 
De acordo com o Fortaleza, a reunião se deu em tom pacífico. Houve apresentação de sugestões relacionadas ao posicionamento dos torcedores no estádio, que mudou após a setorização da Arena Castelão e, obviamente, a cobrança pela situação em que o time se encontra. 
 
O Fortaleza foi eliminado na semifinal do Campeonato Cearense após perder disputa de playoffs para o Ferroviário. Com isso, o clube não disputará a Copa do Nordeste 2018 e fica dependendo de colocação no ranking da CBF ou título na Taça Fares Lopes para conquistar vaga na Copa do Brasil.
 
A semana no Pici promete ser agitada com mudanças no elenco. Alguns atletas, ainda a serem confirmados, estão de malas prontas do Pici. O meia Rodrigo Andrade é um que pode deixar o clube. Ele não se reapresentou junto ao restante do elenco. Outros atletas, como o atacante Patuta e o lateral Eduardo devem ser emprestados ao Guarany de Sobral. De chegada, somente o meia Adenilson, ex-Guaraju, foi confirmado.
 
presidente Jorge Mota e o diretor de futebol Marcelo Paz pediram desculpas à torcida tricolor ontem e afirmaram que não existe margem de erro para os próximos passos da gestão à frente do clube. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário