blog

blog

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Roseno critica corte do Governo ao Sine/IDT

Na data de hoje, vários trabalhadores que fazem a política de proteção ao trabalho e emprego no Ceará se postaram em frente à sede geral do Sine/IDT, que nacionalmente é reconhecido como um dos melhores institutos de pesquisa sobre mercado de trabalho, intermediação e proteção ao trabalhador que sofre agora um dos piores ataques". Assim abriu discurso na Assembleia, ontem, o deputado estadual Renato Roseno (PSOL), dando início também à discussão sobre um corte na ordem de 15% no custeio do órgão no Ceará.
"Hoje, não deveria estar acontecendo a manifestação dos trabalhadores na porta do Sine, mas a entrevista coletiva, divulgando a pesquisa de desemprego na Região Metropolitana de Fortaleza, mas não houve por causa do corte no custeio e já atingiu diretamente a pesquisa de desemprego", relatou Roseno, ao criticar corte na política de trabalho. Na tentativa de que a medida seja revista, ele se somou ao deputado Danniel Oliveira (PMDB) na coleta de assinaturas ao manifesto "Em Defesa da Política Pública do Trabalho e do Fortalecimento do Sine/IDT". Até ontem, haviam assinado 27 dos 46 parlamentares da Casa.
Em aparte, o líder do Governo na Assembleia, deputado Evandro Leitão (PDT), afirmou que dialoga com a Casa Civil e com o secretário do Trabalho, Josbertini Clementino, "para que possamos entrar em bom termo e tentar amenizar a situação". Já a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social informou, em nota, que a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) foi paralisada neste ano pela não garantia de repasse de R$ 1 milhão pelo Ministério do Trabalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário